Para Freire, dados do Orçamento mostram que saúde e educação pararam no governo Lula

Publicado por Assessoria de Imprensa | Categoria(s): Brasil | Em: 23-11-2010

“O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva se contentou em comparar o Brasil de hoje com o de ontem”, disse o presidente do PPS, deputado eleito Roberto Freire (SP), ao analisar os dados que demonstram aumento de gastos de apenas 10% de 2003 a 2010 nas áreas de saúde e educação. “Nós não somos uma sociedade de caranguejos, mas andamos muito pouco; esses dados demonstram que o Brasil não avançou”, disse.

O levantamento sobre o peso da educação e da saúde nos gastos do governo nos últimos oito anos foi feito pela Consultoria de Orçamento da Câmara e publicado pelo jornal O Globo nesta segunda-feira (leia aqui). Os números mostram que, apesar da expansão do PIB, os recursos para custeio da saúde cresceram apenas 0,05% no período, passando de 1,35% para 1,40% do PIB. Na educação, as despesas cresceram de 0,42% para 0,62% do Produto Interno Bruto.

Propaganda enganosa

Para Freire, os baixos percentuais para áreas tão importantes são “uma demonstração de que o governo Lula não foi bom para o país”. Segundo o deputado, “o governo propagandeia o que não faz e, lamentavelmente, a sociedade toma conhecimento disso a posteriori porque Lula disse que estávamos perto da perfeição (na saúde)”.

Entretanto, ressalvou Freire, “a vida demonstrou que fomos um desastre na promoção da saúde e da educação”. A incapacidade de investir recursos nas duas áreas, diz o deputado, mostra a falência do governo, que “além de investir pouco não soube gerir os recursos para essas áreas”.

* Texto: Valéria de Oliveira (Portal do PPS)

Comentários

Temos (1) comentários para Para Freire, dados do Orçamento mostram que saúde e educação pararam no governo Lula

  1. Nunca antes na história deste país aplicou-se tão pouco naquilo que é assencial – a educação – haja vista a situação que o Rio passa hoje; que S.Paulo já passou e poderá passar de novo; que as cidades médias estão vendo crescer a violência, enormemente. Este país “maravilhoso” da era lula nada mais é do que “algodão doce” na boca dessa enorme massa de brasileiros pobres, despreparados para o mundo atual.
    Ou mudamos o “modelo” ou será feito mais do mesmo!!

Comente