Qua, 14 de Setembro de 2016 16:24
Dar nota para esse item
(1 Votar)

Para Freire, denúncia contra Lula será aceita e mostra a força das instituições no Brasil Destaque

'A denúncia será aceita pelo juiz Moro pela substância, pelo conteúdo e pela investigação bem feita' 'A denúncia será aceita pelo juiz Moro pela substância, pelo conteúdo e pela investigação bem feita' Foto: Robson Gonçalves

'É um fato que deve ser saudado pelos democratas brasileiros', afirma o deputado sobre a denúncia de corrupção passiva e lavagem de dinheiro contra o ex-presidente

 

Por Fábio Matos – Assessoria do Parlamentar

 

A denúncia formalizada nesta quarta-feira (14) pela força-tarefa da Operação Lava Jato contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que supostamente teria cometido os crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso envolvendo a reforma do tríplex no Condomínio Solaris, no Guarujá (SP), é um marco para a democracia brasileira e mostra a força das instituições da República. A avaliação é do deputado Roberto Freire (SP), presidente nacional do PPS.

 

“É um fato que deve ser saudado pelos democratas brasileiros. É uma demonstração de que as instituições estão funcionando, como a Polícia Federal e o Ministério Público”, afirmou o parlamentar. “A Justiça do nosso país está denunciando um ex-presidente. Isso não é para qualquer República. É fruto de uma República democrática e de um Estado de Direito.”

 

Além de Lula, foram denunciados a ex-primeira-dama Marisa Letícia; o ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro; os ex-executivos Agenor Franklin Medeiros e Paulo Gordilho; o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto; e ainda Fábio Hori Yonamine e Roberto Moreira Ferreira, ligados à OAS. 

 

Esta é a primeira vez que Lula é denunciado no âmbito da Lava Jato. O ex-presidente já é réu na Justiça Federal e responde pela acusação de tentar obstruir as investigações da operação – o juiz Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara do Distrito Federal, aceitou a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal.

 

“Esse processo está sendo encaminhado ao juiz Sérgio Moro a partir da denúncia que está sendo oferecida pela força-tarefa do Ministério Público Federal”, explicou Freire. “Pelo trabalho apresentado, não tenho dúvida de que Lula e as outras pessoas denunciadas nesse mesmo processo do MPF se tornarão réus. A denúncia será aceita pelo juiz Moro pela substância, pelo conteúdo e pela investigação bem feita.”

 

Além do inquérito sobre o tríplex no Guarujá, a Lava Jato investiga a compra do sítio Santa Bárbara, em Atibaia (SP), também reformado pelas empreiteiras Odebrecht e OAS. Os investigadores ainda se debruçam sobre as palestras supostamente proferidas pelo ex-presidente, contratadas por algumas das empresas envolvidas no escândalo do petrolão.


Clique no vídeo abaixo e veja o que disse o deputado Roberto Freire:


  • Gostou? Compartilhe com seus seguidores!

  • voltar ao topo